Quase maratona de início de ano

jan-1

E não, não estou falando da maratona de trabalho (ainda estou enfiada nessa). Mas esse início de ano eu estou lendo a qualquer minuto que não estou trabalhando, e o resultado é que andei lendo coisas demais hahaha Como uma das minhas metas para esse ano era contar quantos livros lidos E limitar o número de releituras (sim, se deixar eu releio umas três séries duas vezes por ano, e outras tantas ao menos uma vez) do ano, vou sair postando a lista de leituras também xD

Então, primeira quinzena de janeiro, lá vamos nós:

Série Dragon Born – Ella Summers

Mercenary Magic (Dragon Born Serafina #1), Magic Edge (Dragon Born Alexandria #1), Magic Games (Dragon Born Serafina #2)

dragon born pt1

Sim, fui pelas capas. Na verdade, são duas séries que se passam no mesmo mundo e que se interligam de leve, e é mais fácil falar das duas como se fossem uma. As duas protagonistas, Sera e Alex, são irmãs e mercenárias, e escondem um segredo: são Dragon Born, um tipo de usuário de magia que teoricamente foi exterminado. Eu adorei o mundo, é um cenário de fantasia urbana muito interessante e que levou a mistureba louca a um outro nível (quem lembra dos pôneis malditos? hahaha). De forma geral, nenhum dos livros me fez pirar, e tenho a impressão de que a autora se manteve dentro do que era seguro, sem se arriscar em nenhum momento. Mas, mesmo assim, são histórias que me prenderam de ponta a ponta, e li os 3 livros em dois dias. Daria quatro estrelas para eles, e super recomendo. Vou esperar ter pelo menos mais dois lançados, e aí pego para continuar lendo.
 

Série Katherine “Kitty” Katt – Gini Koch

Touched by an Alien (#1), Alien Tango (#2), Alien in the Family (#3), Alien Proliferation (#4), Alien Diplomacy (#5), Alien vs. Alien (#6), Alien in the House (#7), Alien Research (#8), Alien Collective (#9)

kitty-kat pt1

Sim, eu realmente emendei a série quase que de uma tacada só. Essa série já tem 12 livros lançados, e eu li o primeiro uns tantos anos atrás, mas não consegui achar o livro 2 e deixei pra lá. Aí resolvi pegar a série esse ano, reli o primeiro e foi uma luta para parar quando terminei o livro 9. Acho que isso já fala um bocado sobre minha opinião sobre a série, não é?

Essa série é de ficção científica. A protagonista, Kitty, descobre de uma forma meio inusitada que já existem aliens escondidos entre nós (inusitada = matando um monstro alienígena) e acaba sendo “recrutada” por uma agência governamental formada 90% por aliens. No meio do processo ela descobre que a família dela nunca foi exatamente normal (sim, ela é humana mesmo, não tem nada de ‘herdeira da família real perdida de outro planeta’ aqui), arruma um homem gostoso, e salva o mundo. O mais legal da série é que a Kitty é uma personagem extremamente identificável. Ela é meio sem noção, faz as coisas sem pensar muito, e é nerd até o último fio de cabelo. O livro está cheio de referências a Star Wars, Star Trek, X-Men, praticamente todos os super-heróis mais famosos e vários filmes. Os comentários dela sobre as coisas que vão acontecendo são hilários, e os planos sem noção dela mais ainda (e o pior é que funcionam). Ahhh, sim, e ela passa a maior parte dos livros de jeans, tênis all star e camisa do Aerosmith, e isso sem mencionar que ela faz praticamente tudo ouvindo música. Super recomendo.
 

Série Nightfall Chronicles – Karpov Kinrade

Court of Nightfall (#1), House of Ravens (#2), Night of Nyx (#2.25)

nightfall pt1

Eu não sei o que dizer sobre essa série. De verdade. Aliás, sei: 5 estrelas, super recomendo, peguem pra ler logo porque preciso de alguém pra surtar comigo!!!

A resenha do primeiro livro já está postada, e vou tentar postar a de House of Ravens e de Night of Nyx amanhã, porque domingo devo pegar Song of Kai (#2.5) e não sei qual vai ser minha situação lendo ele.

Amei Court of Nightfall, amei ainda mais House of Ravens (e chorei um rio no final), Night of Nyx (que é um conto no ponto de vista de dois personagens importantes) deixou um nó na minha cabeça, e eu juro que não sei o quê esperar nos próximos livros. Só sei que estou muito ansiosa por eles.
 

Série Dark Angel – Keri Arthur

Darkness Unbound (#1), Darkness Rising (#2)

dark angels pt1

Essa série se passa no mesmo mundo da série Riley Jenson Guardian, que foi a primeira que li da autora. Não lembro quantos livros dessa série li, não lembro por que não continuei… Mas resolvi pegar essa aqui antes de pegar a outra de novo. Resultado? Lá vou eu emendando série de novo. Essa tem 7 livros, e já estou na metade do 3.

É uma série de fantasia urbana, e de novo a protagonista é meio lobisomem. Nesse mundo, isso quer dizer que ela é uma mulher que gosta de sexo, ou melhor: que precisa de sexo e que não tem nenhuma frescura sobre pegar vários caras, mesmo que no fundo queira uma relação estável. Já falei que amo protagonistas que não tem mimimi com isso? Acho que não, mas pois é, adoro. Risa, a protagonista, é uma das donas de um restaurante que foi treinada pelos tios Riley, Rhoan e Quinn (que aparecem na outra série), mas não é nenhuma fodona quando o assunto é luta. E quando todo mundo – inclusive a vampira por trás do Diretorado, a organização que funciona como uma polícia de seres paranormais – vai atrás dela querendo saber de alguma coisa sobre o pai que ela nunca conheceu, as coisas saem totalmente de controle. Dou quatro estrelas para esses dois, e super recomendo (e quero o Azriel pra mim, posso?).
 

– Em Andamento –

andamento

Darkness Devours (Dark Angel #3) – Keri Arthur

Autumn Thorns (Whisper Hollow #1) – Yasmine Galenorn

(deixando para terminar depois que ler o próximo Nightfall Chronicles porque quero fazer resenha desse.)

Entre 3 Mundos – Lavínia Rocha

 
Bom, peguei três séries que não conhecia absolutamente nada, uma totalmente às escuras, uma por indicação e uma que já conhecia a autora, e não me decepcionei com nenhuma delas. Estou mais que satisfeita haha Óbvio q no meio do caminho aí teve mais uma que comecei e que não me prendeu, mas que devo voltar a tentar mais pra frente, mas de forma geral foi um excelente começo de ano no quesito livros.

( E Só pra constar, acho que já deu pra ver que não tem a menor chance de eu fazer resenha de tudo que ler, né? Vou tentar fazer resenha dos que achar mais interessantes por um motivo ou outro, e dos nacionais.)

4 Comentários

  1. Marcelo Rocha disse:

    Tenho nem o que falar, né, fia? Recebo teus surtos sempre, então ler o post só confirmou que quero ler a maioria dos livros :v E vou aprender forçado a ler inglês, sim, senhora. HASUSAHUHASUHSUAHUAS

    Nice post

  2. Paloma Borges disse:

    Então né, nem preciso dizer que tu é uma máquina de ler.
    E eu preciso começar a ler em inglês pra pegar essas séries que tu tanto fala, nem que seja a força.

    Enfim, HUEHUE, amei o post

    • Thais Lopes disse:

      nem sou u.u kkkkkkkkkkkkkk
      sério, parem de procrastinar e comecem a pegar em inglês nem q seja na marra haushaushauhsa não sabem o que tão perdendo <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *